VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Geral
POSSE IRREGULAR DE MUNIÇÕES

Filho de ex-vereador paga fiança após operação contra tráfico

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Reprodução/Polícia Civil
Reprodução/Polícia Civil


O filho do ex-vereador Gaúcho Tamarrado, que foi preso na manhã desta quinta-feira (7) em Londrina, durante uma operação que cumpria mandados contra uma quadrilha de tráfico de drogas, foi liberado ainda no final da manhã após pagar fiança. De acordo com a Polícia Civil, ele foi autuado pelo crime de posse irregular de munições e deve responder em liberdade. Com ele, foram encontradas munições de calibres 22 e 38, além de carteiras falsas da Polícia Militar e do Exército.
PUBLICIDADE

A polícia informou que só as investigações poderão afirmar uma possível ligação do rapaz com a quadrilha presa pela operação. Os dezesseis suspeitos de integrar a quadrilha seguiam presos em Rolândia na tarde desta quinta.

A reportagem ligou para o ex-vereador para conseguir o contato da defesa. Tamarrado informou que o filho não tem advogado e que havia sido liberado por volta das 11 horas. "Estou aqui no Mato Grosso. Ligaram para mim e me falaram que está tudo certo com ele", disse de forma sucinta, antes de afirmar que teria que desligar porque estaria "no meio do mato".

OPERAÇÃO

Dezessete pessoas foram presas em Londrina e Rolândia pela Polícia Civil de Londrina e região, com apoio da Polícia Militar de Rolândia, na Operação Ice, iniciada na manhã desta quinta-feira, nas duas cidades. Além das prisões, foram apreendidos 70 quilos de maconha e 1,5 kg de cocaína, além de três pistolas, um revólver, duas espingardas, munições e documentos falsos.

A ação foi deflagrada para desbaratar uma quadrilha que fornecia drogas para pequenos traficantes. Segundo a Polícia Civil de Londrina, todos os integrantes foram presos - a maioria das prisões ocorreram em Rolândia e duas pessoas foram detidas em Londrina, entre elas, o filho do ex-vereador. Ele estava em posse de munições de calibres 38 e 22, além de carteiras falsas da Polícia Militar e do Exército brasileiro.

A operação do Denarc é consequência de uma investigação de pelo menos um ano. Foram feitas buscas em 25 locais, entre Rolândia e Londrina. O nome da operação, Ice (gelo, em inglês) é alusão ao acondicionamento da droga em congeladores antes de entregar para os pequenos traficantes de Rolândia e Londrina.
Celso Felizardo e Luis Fernando Wiltemburg
Grupo Folha
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Trecho da BR-153 será interditado nesta quinta

PRF fará bloqueio no km 146 da rodovia, entre Ibaiti e Ventania, para a remoção de um guindaste que caiu em uma ribanceira de oito metros de altura

Jovem é estuprada e morta após pegar carona

O autor do crime seria um cobrador, de 33 anos, casado e pai de dois filhos, que conhecia a vítima; ele confessou, contou detalhes e levou os policiais até o local onde o corpo estava

A CIDADE FUTURA

Vossa Excelência, a palavra

É na palavra que repousam as melhores alternativas para um futuro que faça valer a pena o momento presente

Número de mortes na região de Londrina cresce 50% em dez anos

Pesquisa anual do IBGE aponta que em uma década taxa de crescimento dos óbitos foi o dobro do índice nacional; não há explicações conclusivas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados
HOSPEDADO POR
Hospedado por Mandic