VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Folha Rural
15/09/2012

VBP bate recorde ao atingir R$ 227 bilhões

Segundo Mapa, índice é 0,8% maior do que o registrado no mesmo mês de 2011

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Marcos Zanutto/09-08-2012
Aumento da produção de milho no País influenciou aumento do VBP

Brasília - A safra recorde, estimada em 165,9 milhões de toneladas, também reflete no Valor Bruto da Produção (VBP) das principais lavouras brasileiras. Estimado em R$ 227,7 bilhões, segundo dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) o VBP de agosto é 0,8% maior do que o registrado no mesmo mês de 2011 e se torna o maior da série histórica, iniciada em 1997.
PUBLICIDADE

As estiagens nos Estados Unidos, as secas nas regiões Sul e Nordeste do Brasil e o aumento na produção de milho no País foram os três fatores que influenciaram o aumento do VBP, de acordo com a Assessoria de Planejamento Estratégico do ministério. Esses fatores causaram a elevação dos preços, principalmente da soja e do milho, maiores lavouras brasileiras.
Os destaques em crescimento de VBP foram o algodão (37,1%), o milho (28,4%), a soja (16,4%) e o feijão (9,4%). A laranja (-50,7%), o tomate (-50,2%), a batata inglesa (-44,2%), a mandioca (-17,7%), o cacau (-15,7%), o trigo (-15,2%) e o arroz (-14,1%) foram as culturas que apresentaram as maiores quedas.
Danilo Macedo
Agência Brasil
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

MDS investe R$ 2,63 bi no Programa de Aquisição de Alimentos

Com recursos, governo vai adquirir 1,3 milhão de toneladas de alimentos de pequenos agricultores

Redução de tarifas vai gerar benefícios também no campo

Ministério do Desenvolvimento Agrário prevê redução dos custos em até 28%

DEDO DE PROSA - Em volta da mesa, tudo se resolve

Crescer convivendo com o lado italiano da família me ensinou o sentido da palavra união

Bem-estar animal: cuidado que gera rendimento

Aumento das exigências do mercado internacional faz cadeias produtivas brasileiras adotarem critérios cada vez mais rígidos para evitar sofrimento do animal

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados