VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Sexta-feira, 21 de Julho de 2017
Folha da Sexta
31/10/2014

Prazer sem culpa

Com moderação, diabéticos podem consumir diversas delícias preparadas especialmente para eles

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Já foi o tempo em que os diabéticos e outras pessoas com restrição de consumo de açúcar sofriam por não poder comer doces. Com o avanço da indústria de alimentos, cada vez mais é possível saborear delícias com o mesmo sabor e textura dos doces convencionais sem risco para a saúde.

Com vários diabéticos na família, inclusive ela própria, a nutricionista Tatiana Hirooka está sempre testando receitas para sobremesa e aniversários. "Eu sempre gostei de cozinhar e antes mesmo de me formar em Nutrição já tentava substituir ingredientes das receitas tradicionais. Nem todas dão certo se apenas trocarmos o açúcar por adoçante, às vezes é preciso acrescentar mais alguma coisa para dar o ponto certo", explica.

Geleia de frutas, por exemplo, precisam de um pouco de amido de milho ou ágar-ágar para ter a consistência certa. A mousse de frutas, por não levar o leite condensado, pode ser feita com iogurte natural. "A mousse de maracujá fica ótima feita com 2 copos de iogurte natural desnatado, 1 pacote de gelatina incolor (preparada conforme instruções do pacote), 3 colheres (sopa) de adoçante culinário e a polpa de três maracujás. É só bater tudo no liquidificador e por para gelar", ensina Tatiana.

Entre os bolos que ficam bons apenas com a substituição do açúcar pelo adoçante culinário estão o "nega maluca" e o de cenoura. Mas Tatiana lembra que é preciso verificar no rótulo do adoçante culinário se a medida é equivalente ao açúcar, pois algumas vezes é necessário usar apenas a metade do adoçante em relação ao que se usaria do ingrediente tradicional.

"O carboidrato também vira glicose, por isso é preciso cuidado no consumo. Porém, nem toda receita fica boa com a farinha integral. O bolo de banana, por exemplo, dá certo se você trocar a medida de farinha de trigo branca por metade de farinha de trigo integral e metade de farinha de aveia (1 xícara de farinha branca é equivalente a ½ xícara de farinha integral e ½ xícara de farinha de aveia, por exemplo)", detalha.

Confira as receitas de duas delícias que a nutricionista preparou para a FOLHA.
Érika Gonçalves
Reportagem Local
NOTÍCIAS RELACIONADAS
CONTINUE LENDO

Hobby saudável

Hábito de cultivar hortas em apartamentos proporciona mais qualidade de vida e traz uma pitada de natureza aos prédios

Viagem pela História

Capital da Itália, Roma reúne boa gastronomia, passeios históricos e muita arte em um mesmo destino

Estampe-se à mineira

Já foi dada a largada para o Inverno 2015 e as primeiras apostas foram feitas pelo Minas Trend

Arco-íris nas unhas

Colorido por natureza, o verão traz uma infinidade de opções de esmaltes, dos básicos nude aos clássicos vermelhos passando pelos metálicos

Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoteriasVídeos
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralEspecialCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteFale ConoscoClube do AssinanteAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados