VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Folha da Sexta
05/04/2013

Energia contagiante

A atividade física praticada em grupo se torna mais prazerosa e descontraída, ajudando os integrantes a atingirem mais facilmente seus objetivos

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Durante aquecimento, Eliana Scheuer, participante, e Márcia Perez, coordenadora do Clube de Corrida: contágio positivo
Gustavo Carneiro
A corrida nunca tem rotina: são cinco vezes por semana, às seis da manhã, sempre com percursos diferentes

Praticar exercícios assiduamente parece tarefa árdua, mas não para os integrantes de grupos que se reúnem em Londrina para tornar essa atividade mais prazerosa. E eles têm em comum uma rotina bastante convidativa: exercitar-se para aliviar o estresse diário, fazer amizades, contemplar a natureza, compartilhar experiências e dar boas risadas.

O trabalho em equipe já é uma premissa no mundo corporativo, mas também tem se tornado relevante na prática da atividade física. A influência do grupo exerce um ''contágio positivo'' para que os integrantes consigam atingir seus objetivos e também torna a atividade descontraída. É o que explica Márcia Perez, fisiologista do exercício e coordenadora do Clube de Corrida promovido pela Associação Médica de Londrina (AML). ''Nós precisamos de estímulo para desenvolver nossas atividades. A companhia faz toda a diferença, o incentivo do grupo, sem contar que o trabalho em equipe rende muito mais o exercício'', ressalta.
Márcia coordena o projeto desde 2007 e atua também como personal trainer do grupo. Ela orienta a postura adequada, desenvolve planilhas com foco coletivo, faz avaliações da forma correta de pisar e diversifica a programação, que pode ser subida, velocidade, força ou volume (percurso).
Para ela, além do benefício da prática do exercício, fazer parte de um grupo e receber a atenção das amigas contribui para minimizar os problemas do dia a dia. ''Nós desenvolvemos uma amizade, se um colega tem um problema o outro está lá para ajudar'', completa.
Márcia explica que tem gente que está no grupo com ela desde o começo das atividades. Pessoas que ela já considera parte da família. ''É muito gostosa a nossa convivência, aliamos treino com amizade'', define.
Na visão dela, atividade solitária pode ser válida para atletas profissionais, mas fora isso não se justifica. Ela afirma que não precisa ser em um grupo, pode ser com um amigo ou um vizinho. ''O ser humano nasceu para ser amado e se relacionar'', acrescenta.
Eliana Cristina Scheuer, psicóloga, participa do grupo de corrida há um ano e conta que se não fosse assim seria mais difícil ter ânimo para correr. ''Além da estrutura de apoio com a personal, cada dia é um percurso, nos reunimos cinco vezes na semana e sempre cedinho. Às vezes você está com preguiça, mas aí pensa no grupo e vai'', afirma.
Segundo Eliana, quem participa de um grupo acaba se sentindo mais responsável e quando surge o desânimo a pessoa anima o colega, tornando a atividade física mais prazerosa.
Os integrantes desenvolveram afinidades: costumam comemorar juntos os aniversários e irem ao cinema e a shows. Como o grupo é grande, os participantes acabam conhecendo pessoas com interesses em comum. Dessa forma, desenvolve-se um círculo de amizade. ''Posso dizer que minha vida mudou 80% depois de participar das corridas, não só em saúde, mas minha vida social'', define Eliana.
Qualquer um pode participar do grupo de corrida, mas é preciso apresentar um atestado que comprove que a pessoa está apta para a prática do exercício físico. A coordenadora revela que fará uma avaliação para repassar as orientações sobre o uso do tênis adequado e dicas de nutrição. ''Existe uma lista de espera para que o grupo se mantenha em um número adequado para que eu faça o acompanhamento'', diz.

Serviço
Grupo de Corrida
e-mail: chefonicagmail.com / (43) 9105-8510

Leia também:

- Diversão e qualidade de vida

- Caminhada compartilhada
Susan Cruz
Especial para a FOLHA
NOTÍCIAS RELACIONADAS
CONTINUE LENDO

Batalha fashion

Além da padronagem camuflada e a cor verde-oliva, o militarismo da vez surge em acabamentos renovados, diversas tonalidades e materiais inspirados no estilo

Fonoaudiologia na escola

Conselho Federal de Fonoaudiologia quer tornar obrigatória a presença deste profissional no ensino público e particular

Sol, mergulhos e forró

Sonho de consumo turístico, o Arquipélago de Fernando de Noronha é lar de tartarugas e golfinhos e dono das mais belas praias do Brasil

RECEITAS - Simplicidade

Confira dicas de delícias simples para o lanche da tarde ou happy hour

Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados