VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Segunda-feira, 24 de Julho de 2017
Folha da Sexta
26/08/2016

‘É preciso respeitá-la’

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Um das plantas do orquidófilo Joaquim Moraes Neto: "relacionamento sério"


O orquidófilo Joaquim Moraes Neto conta que a relação com as orquídeas começou porque ele as achava bonitas e exóticas. A primeira, comprada no mercado mesmo, deu início a uma grande paixão e já se passaram cerca de cinco anos que ele está em um "relacionamento sério" com o cultivo e os cuidados com suas orquídeas.

O apartamento tornou-se um espaço pequeno para tanta planta. A solução foi utilizar, além da sacada, a antiga dependência de empregada que foi transformada em orquidário. "Eu tomei o cuidado de colocar telas de proteção na sacada que pega muito sol para aproveitar o espaço", explica.

O orquidófilo também avalia o sucesso da sua experiência de não tê-las em vaso. "Eu optei por colocá-las em cachepôs, tipo cestinhos, com casca de peroba e deu muito certo", completa.

Para Joaquim, os pontos principais nos cuidados com as orquídeas em apartamento são atentar para a luminosidade e a umidade. "Essa planta precisa de bastante luz, o sol da manhã é ótimo, mas tem que cuidar com o vento. A orquídea gosta de umidade, e se o apartamento for muito alto e o local com muito vento seco não será bom para ela", explica.

"Com os cuidados necessários qualquer um pode cultivar", recomenda Joaquim, complementando que a busca por informações ajuda no processo de aprendizagem necessário para o cultivo dessa planta especial. "É preciso respeitar, ela exige de mim essa relação de respeito, da orquídea enquanto orquídea. E ensina a gente até (e porque não?), a respeitar mais as pessoas", pondera.

Para ele, não existe sensação mais gostosa do que ver as orquídeas começarem a enraizar e a desenvolver o pêndulo que mais tarde virará a flor. "É uma paixão que eu tenho muito grande", admite Joaquim. (S.C.)
NOTÍCIAS RELACIONADAS
CONTINUE LENDO

MODA - Sem perder a ternura

Os saltos grosso e quadrado não só proporcionam conforto aos pés como também imprimem a grande aposta da temporada

FIQUE DE OLHO!

Nota 10

À MESA - Coringa!

A escolha dos ingredientes é prioridade para o preparo de uma torta deliciosa. Confira nossas sugestões

CUIDE DE SUA SAÚDE

VIVA BEM - Pele protegida

Especialista fala sobre como diminuir os impactos causados pela dermatite atópica, doença bastante comum mas pouco conhecida pela população

SUA CASA - Pronto para alugar

Para atrair inquilinos, investidor convoca arquitetos para decorar um apartamento de 39 metros quadrados. Veja o resultado

ESPAÇO PET - Na hora de trocar a ração

Substituição deve ser gradual para evitar problemas digestórios e até a recusa do alimento

Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoteriasVídeos
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralEspecialCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteFale ConoscoClube do AssinanteAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados