VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Segunda-feira, 24 de Julho de 2017
Folha 2
01/02/2009

Varal de idéia fixa

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Beatriz: ‘Uma poesia verdadeira transforma a pessoa. Não tem como sair o mesmo depois do impacto que ela provoca, mesmo que seja uma experiência doída’

...talvez tivesse receio de fazer pesar ternos meus a ponto de envergar o varal de idéia fixa. Cabiam sempre entre uma roupa e outra minhas meias. Meias verdes. Haviam de secar em céu aberto. A umidade é o mistério original... a secura, a verdade coagulada. Mas verde é cor molhada de sempre e quando baixei o varal, a tinta ainda estava fresca. Ingênua tentativa. Temi. Assim como me sinto mais viva molhada, entrei na máquina e lavei-me inteira. Esverdeei. Torci e retrocedi a ponto de dobrar-me quase. Amarrotada. Calcei as meias verdes, pendurei-me com cuidado no varal e estendi-me. Agora aguardo que o sol me quare.
CONTINUE LENDO

Excêntrico, humano e incorruptível

Termina no Brasil o arco 'Grandes Astros: Superman', que traz uma visão diferenciada sobre o Homem de Aço

CÉLIA MUSILLI - Vamos recriar o azul

O que nos leva ao quase impossível é o sonho, matéria-prima que bem merece ser olhada de perto

Tony Ramos e o 'tal do sucesso'

Depois de 44 anos de trabalho na TV, onde já representou 72 personagens, o ator confessa que se sente realizado e que comemora, silenciosamente

Delicadezas a serem expostas

Com um livro inédito pronto, Beatriz Bajo esbanja talento como uma das novas vozes femininas da poesia londrinense

Ritchie volta com planos de relançar 'Voo de Coração'

Prestes a completar 25 anos de lançamento, primeiro álbum do cantor deve voltar a agradar os fãs da década de 80

LEITURA - A divisão da desordem

Em seu novo romance, 'Divisadero', o escritor Michael Ondaatje aposta no argumento de que aquilo que o destino separa os homens não unem

Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoteriasVídeos
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralEspecialCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteFale ConoscoClube do AssinanteAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados