VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Terça-feira, 27 de Junho de 2017
Folha 2
16/05/2013

O corpo como linguagem

Grupo L2 estreia espetáculo "Rosnando para a Sombra" amanhã e sábado em Londrina

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Isabela Figueiredo/Divulgação
Dividida em duas partes, montagem explora elementos de dança e teatro e aproxima o espectador da linguagem da performance

O corpo informa. Não há necessidade da palavra quando a gestualidade e os movimentos dos atores em cena são suficientes para construir a dramaturgia de um espetáculo.
A nova montagem da companhia L2, "Rosnando para a Sombra", leva adiante suas pesquisas em torno dessa proposta desenvolvida no curso de Artes Cênicas da UEL. A peça estreia amanhã e sábado, às 20h30, no Teatro Zaqueu de Melo, em Londrina.
Dividida em duas partes, explora elementos de dança e teatro na primeira e aproxima o espectador da linguagem da performance na segunda. "É uma revisão ou síntese de trabalhos anteriores do grupo", diz o diretor Aguinaldo de Souza.
O grupo foi criado em 2005 e já encenou os espetáculos "Silêncio" (2007), "Cicatriz" (2008), "A quem interessar possa" (2009) e "Viés" (2012). É formado por alunos e ex-alunos do curso de Artes Cênicas da UEL, que fazem parte do projeto de pesquisa Treinamento Técnico e Sistematização de Técnicas de Trabalho de Ator.
"A metodologia consiste num modo de trabalho que ajuda os atores a se prepararem para a cena. A ideia é que eles assimilem e reajam aos exercícios propondo uma dramaturgia em seus próprios corpos. É como se engolissem palavras e devolvessem em forma de movimentos", diz o diretor.
A atriz Samara Azevedo conta que o grupo "treina" três horas diariamente. "Procuramos desenvolver habilidades corporais através de maneiras não convencionais e extracotidianas. Durante as atividades, um mesmo movimento é repetido em ritmos, tempos e com sensações diferentes. A partir daí construímos partituras, cenas", explica ela.
O estudo deriva de diversas influências de Aguinaldo como ator, bailarino (ele atuou no Ballet de Londrina) e artista circense (foi trapezista), além de contatos com professores e mestres ao longo de sua carreira. A investigação foi sistematizada no livro "O Corpo Ator", que sai em junho pela editora da UEL (Eduel).
"É um livro didático que resume minhas inquietações desde a época em que era bailarino e já anotava muitas coisas. É o fechamento teórico da pesquisa, enquanto que esse novo espetáculo é uma síntese criativa que revisa cenas passadas", assinala.
Samara lembra que o espetáculo "discute os limites entre dança, teatro e performance" e que o público "não encontrará um roteiro com início, meio e fim". "Tentamos colocar em nossas peças as informações mais atuais adquiridas tanto na universidade como em espetáculos que assistimos fora daqui", assinala.
Agnaldo acrescenta que a cenografia da montagem traz objetos e adereços que confrontam os corpos dos atores. "Há, por exemplo, prendedores de roupas no corpo do ator, que tem de resolver como livrar-se deles", diz. Samara projeta uma perspectiva futura do grupo. "Já fizemos apresentações no interior do Paraná e de São Paulo levando o nome da Universidade e da própria cidade para fora. Seria interessante que ele se profissionalizasse e se tornasse uma companhia de Londrina. Sei que é difícil, mas é uma ideia", projeta.
Além dela, o elenco é formado por Ana Karina Barbieri, Camila Talevi, Caique Lima, Fábio Pimenta, Isabella Amaral Soares, Juliana Galante, Lucas Pinheiro, Lucas Turino, Marco Aurélio Padovez e Mileine Machado. A iluminação do espetáculo é de Camila Rodrigues enquanto que a fotografia e a arte gráfica trazem a assinatura de Isabela Figueiredo.

Serviço:
Espetáculo "Rosnando para a Sombra" com o grupo L2
Quando - Amanhã e sábado às 20h30
Onde - Teatro Zaqueu de Melo (Av. Rio de Janeiro, 413), em Londrina
Ingressos - R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)
Classificação - Livre
Nelson Sato
Reportagem Local
Continue lendo
11
Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoterias
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralReportagemCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteClube do AssinanteFale ConoscoAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados