VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Esporte
14/10/2008

FIORI LUIZ

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Falta de respeito
PUBLICIDADE

A execução do Hino Nacional antes das partidas, tem sido uma verdadeira palhaçada. Uma afronto ao civismo (que ainda resta) do povo brasileiro. O que se vê é um total desrespeito por parte de torcedores, dos dirigentes e dos jogadores. Já se viu de tudo. Hino sendo executado e jogadores se aquecendo, time no vestiário, torcedor vaiando, hino pela metade, falta de bandeira, etc.

Falta de respeito (2)
O que simboliza uma nação? O Hino Nacional. Os nossos dirigentes estão desmoralizando o maior símbolo da Pátria. O que mais se vê é jogador perfilado, virado para a torcida e não para a bandeira. Belo exemplo estão dando aos jovens que frequentam os estádios. Reclamar para quem? Para o Ministro dos Esportes? Para a CBF? Federações? Ao Exército Nacional? Esse falso patriotismo precisa acabar. É melhor suspender a Lei.

Falta de respeito (3)
Joaquim Osório Duque Estrada que fez a letra, e Francisco Manuel da Silva, que musicou, devem se revirar no túmulo. E com razão.

Novidade
O Londrina promete divulgar nas próximas semanas, uma notícia que terá grande repercussão. E que poderá representar uma nova receita financeira para o clube. Assunto que será discutido em Assembléia Geral.

Os favoritos
Depois de quatro rodadas da Copa Paraná, faltando três para terminar o turno, Londrina (10 pontos), Foz do Iguaçu (9) e Iraty (8) vão brigar pelo título desta fase. Pelo regulamento, o campeão do primeiro turno decide com o campeão do segundo. Valendo vaga para a Série D do Brasileiro e Copa do Brasil.

Rapidinhas

- O Londrina, invicto, e com melhor saldo de gols (9), jogará duas partidas seguidas fora de casa: Cianorte e Atlético. Na última rodada, recebe o Foz.

- Júnior Santos, com quatro gols na Copa Paraná, tem sido o grande destaque do Londrina. Já caiu nas graças da torcida. Domingo, saiu aplaudido.

- Além dos gols, Júnior tem dado boas assistências. Contra o Nacional, marcou dois e deu passe para outros dois.

- A renovação do quadro de árbitros da Federação Paranaense tem sido muito elogiada. Rodolfo Tóski Marques, por exemplo, apitou Londrina 4 x 1 Nacional, dentro da nova filosofia de deixar o jogo correr.

- Um trabalho do Afonso Vitor de Oliveira, que merece aplausos.

- Alguém precisa acabar com o reinado absoluto de dirigentes de confederações e federações.

- Carlos Arhur Nuzman ficou 22 anos na presidência da Confederação Brasileira de Vôlei. E ficará 17 anos à frente do Comitê Olímpico Brasileiro.

- Tem dirigentes com mais de 20 anos no poder. Como na Confederação Brasileira de Atletismo e da Confederação de Taekwondo.
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Mesmice marca 1º turno das eliminatórias sul-americanas

Fase inicial do classificatório para Mundial de 2010 acabou com cenário parecido com dos últimos dois torneios

Brasil faz 'treino de luxo' contra Ucrânia

Já classificada para semifinal do Mundial de Futsal, seleção apenas cumpre tabela diante de europeus

Equilíbrio na reta final do Brasileirão

Segundo o matemático Tristão Garcia, sete times ainda estão na briga pelo troféu de campeão

Paraná busca sexta vitória seguida na Vila

Tricolor conta com apoio da torcida para vencer o rival Brasiliense na luta contra o rebaixamento

Paraná busca sexta vitória seguida na Vila

Contra o Brasiliense, às 20h30, Tricolor quer se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento

Sete times podem conquistar Brasileirão

Matemática dá esperanças até ao Coxa, mas na prática a briga deve ficar entre Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro e São Paulo

Astros aprendem a decidir em chutes de longa distância

Kaká já havia mostrado contra o Equador, em 2007, que sabe arriscar de longe; domingo, foi a vez de Robinho

Classificado, Brasil enfrenta Ucrânia

Jogo vale apenas para confirmar a primeira colocação da equipe no Grupo E do Mundial de Futsal, além da definição do próximo adversário

ENQUETE

O que você acha da quantidade de brasileiros naturalizados nas seleções de outros países?

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados