VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Esporte
28/07/2011

Fifa confirma período da Copa de 2014

Competição será disputada em solo brasileiro de 12 de junho a 13 de julho

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
AFP Photo/Nelson Almeida
Joseph Blatter explicou o motivo de ter mudado de opinião em relação à preparação brasileira para Copa

Rio - A Fifa anunciou ontem, em evento realizado na Marina da Glória, na zona sul do Rio, as datas da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014, que serão realizadas no Brasil. O anúncio foi feito pelo secretário geral da entidade, Jerome Valcke, no mesmo lugar onde, no próximo sábado, será feito o sorteio das Eliminatórias do Mundial.
PUBLICIDADE

No evento que também contou com a presença do presidente da Fifa, Joseph Blatter, Valcke anunciou que a Copa das Confederações será disputada entre os dias 15 e 30 de junho de 2013, enquanto a Copa do Mundo foi agendada para acontecer entre 12 de junho e 13 de julho do ano seguinte.
A Fifa ainda não anunciou as sedes da próximo Copa das Confederações, mas a tendência é a de que Rio (Maracanã), Belo Horizonte (Mineirão), Porto Alegre (Beira-Rio), Brasília (Estádio Nacional) e Salvador (Fonte Nova) abriguem os duelos da competição, que é a mais importante do calendário do futebol antes da realização da Copa de 2014.
Além de anunciar as datas das duas importantes competições que serão disputadas no Brasil, a Fifa divulgou nesta quarta a distribuição das seleções nos potes do sorteio no qual serão retiradas as bolas com os nomes dos países e definirão a trajetória que cada um deles irá traçar nas Eliminatórias do Mundial nos cinco continentes do planeta.
A Fifa explicou que as seleções foram alocadas em cinco zonas - África, Ásia, Américas do Norte, Central e Caribe, Europa e Oceania - de acordo com o ranking da entidade, lembrando que os todos as seleções das Eliminatórias da América do Sul jogarão num mesmo grupo, em turno e returno - por ser país-sede, o Brasil não precisará disputar o qualificatório do Mundial.
Lapso
O secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke, teve um pequeno lapso, mas garantiu que todos os estádios brasileiros estarão prontos para a Copa-2014. Ele ressaltou, no entanto, que ainda há muito o que fazer na preparação para o evento.
''A maioria dos estádios estará pronto para Copa'', disse o dirigente, inicialmente. Ao perceber a escorregada, ele deu uma parada rápida e depois retificou. ''Todos o estádios estarão prontos. Há muita coisa a fazer. Mas temos um relacionamento forte com o Comitê Organizador. Na preparação houve a mesma preocupação na África do Sul e vocês viram como foi a Copa.''
Ao receber a pergunta sobre os preparativos, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, ironizou ao dizer que a mídia internacional estava bastante interessada na preparação da Copa no Brasil. E explicou porque mudou de opinião em relação ao primeiro semestre, quando chegou a criticar a organização do Mundial.
''É uma tarefa da Fifa pedir tempo a tempo atenção para o Comitê Local. Aquele tempo, fiz aqueles comentários. A preparação aqui no Brasil, em comparação com a África do Sul, estava um pouco atrás. Hoje em dia, tivemos um encontro com o Comitê onde teve um relatório estádio e aeroportos'', disse o presidente.
Agência Estado
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

W.O. não será mais tolerado pela federação paranaense

FPF ameaça punir clube que não comparecer para jogo na última rodada do returno

França dá volta por cima no Mundial

Após decepcionar nos 100 m peito, brasileiro conquistou medalha de ouro nos 50 m do mesmo estilo

Após jogos militares, Talisca foca nas Olímpiadas

Taekwondista conquistou a medalha de prata no Rio de Janeiro; meta agora é conquistar vaga nas Olimpíadas

FPF não quer saber de mais W.O. na Segundona

Federação ameaça punir clube que não comparecer para jogo da última rodada do returno

Após prata, Talisca vê evolução

Taekwondista ficou satisfeita com desempenho nos Jogos Militares e agora foca vaga nas Olimpíadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados