VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Esporte
23/09/2012

Cianorte: a 90 minutos da Série C

Leão do Vale pode até perder por 1 a 0 para o Mogi Mirim, em casa, que ainda sobe para a Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Divulgação
Paulo Turra quer o time atuando da mesma forma que no domingo passado

O Cianorte está a 90 minutos de mudar sua história e garantir calendário completo para a próxima temporada. O Leão do Vale pode garantir hoje o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, feito nunca antes obtido. Para isso, pode até perder por 1 a 0 para o Mogi Mirim, às 15h30, no Estádio Albino Turbay, em Cianorte.
PUBLICIDADE

A vantagem confortável foi obtida no jogo de ida, disputado domingo passado, em Mogi Mirim. O time paranaense venceu por 2 a 1 e o regulamento da competição coloca os gols fora de casa como principal critério para desempate. Por isso o Leão se classifica ainda se perder por 1 a 0. Com um empate, o time também avança. Para a vaga ficar com os paulistas, eles precisam vencer por dois gols de diferença ou um, desde que seja por 3 a 2 ou mais.
Para ficar com a inédita vaga, a diretoria cianortense quer casa cheia. Cerca de 1,7 mil ingressos foram colocados à venda e a expectativa é que eles se esgotem. "Queremos o estádio abarrotado", convocou o gerente de futebol do clube, Adir Kirst. "É importante o estádio estar cheio porque pode ser um momento histórico no clube. Estamos unindo o nosso planejamento, a vontade dos jogadores e a força da cidade", completou.
Para o técnico Paulo Turra, a vantagem de seu time não vai mudar o jeito que ele joga. "Não muda nada. Temos um padrão de jogo desde o Campeonato Paranaense. Os jogadores sabem o que fazer. Se eles fizerem em campo o que conversamos e treinamos, teremos um bom desempenho e será um bom jogo", afirmou o treinador, em entrevista ao site oficial do clube.
No jogo de ida, ele não pôde contar com o atacante Henrique, um de seus principais jogadores. Ele ainda estava se recuperando de uma lesão. Para o duelo desta tarde, ele será relacionado. O lateral-direito Jackson e o volante Cleiton cumpriram suspensão e voltam ao time. Eles não atuaram em Mogi porque estavam suspensos. Já o zagueiro Ligger, expulso no último jogo, está fora.
No Mogi, o jogo marca a despedida do técnico Guto Ferreira, que deve ser apresentado amanhã como novo comandante da Ponte Preta. Ele substituirá Gilson Kleina, que assumiu o Palmeiras.
Thiago Mossini
Reportagem Local
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Ronaldinho reencontra o Grêmio e Luxemburgo

Meia ficará frente a frente com time pelo qual revelado e com o qual teve problemas quando voltou ao Brasil

Morumbi em festa para receber PH Ganso

Reforço são-paulino, meia será apresentado antes do confronto com o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro

‘Para 2016 é tarde’

Referência no assunto, Antônio Carlos Gomes considera muito difícil Brasil brigar em igualdade de condições com potências do esporte mundial na Olimpíada do Rio de Janeiro

É preciso acertar na escolha do atleta

Atleta de Londrina estará no Sul-Americano Escolar

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados