VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Esporte
11/10/2017
CURADO

Botafoguense Roger se emociona e celebra superação após retirada de tumor

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Depois de dez dias de pesadelo desde a descoberta de um tumor renal até a cirurgia para sua retirada, o atacante Roger, do Botafogo, ouviu a notícia que mais esperava nesta quarta-feira: está curado. A biópsia mostrou que a formação era benigna e o médico responsável pelo jogador explicou que, por isso, não será necessário nenhum tratamento adicional.
PUBLICIDADE

"O Roger se recuperou muito bem, a cirurgia foi rápida, com sangramento muito pequeno. Hoje, a gente conseguiu obter o resultado patológico final e identificamos uma tumoração benigna. Isso é muito positivo para o emocional dele e para o prognóstico. Não vamos precisar fazer nenhum tratamento adicional. A perspectiva é que ele esteja curado", declarou o médico Raphael Rocha.

Roger e o médico concederam entrevista coletiva no Hospital Samaritano, no Rio. Ao ouvir a confirmação de seu diagnóstico, o atacante botafoguense não controlou as lágrimas. Emocionado, comemorou ter deixado o "momento mais difícil da vida" para trás.

"Doutor (Raphael Rocha), quero agradecer ao senhor. Me emociono porque sem dúvida foi o momento mais difícil da minha vida. Eu esperei para dar essa entrevista porque queria falar curado. É muito bom ouvir isso do senhor. Quero agradecer a todos, deus abençoe a vida de todos, do povo brasileiro, as torcidas, atletas, treinadores...", disse.

O tumor de Roger foi anunciado pelo Botafogo no dia 30 de setembro. O clube informou que o jogador passaria por cirurgia, realizada no último domingo, e não atuaria mais esta temporada. A rápida recuperação e o fim do pesadelo, no entanto, já fazem com que o centroavante sonhe com o retorno antes do previsto.

"Minha meta é jogar contra o Cruzeiro (na última rodada do Brasileirão, dia 3 de dezembro). Por que não? Se daqui a 30 dias eu iniciar, em 15 recuperar a forma física, por que não? É um sonho, também não vou criar expectativa. Mas é um objetivo. Se acontecer, ótimo, se não, eu acabo o ano treinando, alegre, saudável. Isso para mim já é um grande ganho", projetou.

Roger ainda exaltou a superação de um momento tão complicado. "Eu cheguei na sala do doutor e falei que vivia a melhor fase da minha vida: 49 jogos, 17 gols, vivendo sonho de todo o atleta. Me perguntei, sim, o porquê nessa hora. Mas não seria justo reclamar. Eu sou um privilegiado, tenho uma família linda, sou um atleta de alto nível, tenho filhos abençoados, voltei a ficar curado. Questionei, mas não reclamei, porque o mesmo deus que me deu tudo me deu essa doença. E também foi ele que me trouxe um grande medico e fez uma cirurgia."
Agência Estado
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Jejum incômodo

Com seis derrotas seguidas fora de casa, Tubarão espera quebrar sequência negativa contra o Juventude em Caxias do Sul

Corinthians encara o desesperado Coxa

Líder quer manter a folga na tabela diante de um adversário que vem de sete jogos sem vitória e é vice-lanterna

Seleção passeia e elimina o Chile

Brasil fecha eliminatórias com goleada e Gabriel Jesus artilheiro, com 7 gols; bicampeões sul-americanos choram a perda da vaga

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados