VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Economia
04/05/2012

Vendas de energia pela Copel cresceram 7,3%

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

O fornecimento de energia elétrica da Copel, resultado das vendas feitas pela concessionária aos consumidores que integram seu mercado cativo somadas às vendas no mercado livre pela subsidiária de geração e transmissão, registrou expansão de 7,3% no primeiro trimestre deste ano, comparativamente aos três primeiros meses de 2011.
PUBLICIDADE

A energia comercializada pela Companhia no acumulado de janeiro a março totalizou 6.231 GWh (gigawatts-hora), contra 5.808 GWh de 2011. Nesse resultado, os destaques são para o crescimento de 6% (de 5.577 GWh para 5.912 GWh) no consumo de energia elétrica do mercado cativo, formado por 4 milhões de ligações atendidas diretamente pela Copel Distribuição na sua área de concessão.
A eletricidade comercializada no mercado livre pela Copel Geração e Transmissão teve elevação de 37,8% (de 231 GWh para 319 GWh). Os consumidores livres são usuários de grande porte, estabelecidos em qualquer unidade da Federação, que têm a prerrogativa de contratarem livremente no mercado seu suprimento de energia elétrica.
Reportagem Local
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Dia das Mães promete ser superaquecido

Pesquisa da Acil aponta expectativa de 24% de crescimento nas vendas da segunda data mais esperada do ano

ExpoLondrina supera as dificuldades e cresce 5,4%

A chuva espantou o público, os leilões foram ''mornos'', mas ainda assim o faturamento somou R$ 355,13 milhões

CELSO MING

A nova remuneração da caderneta corresponderá a 70% da Selic mais a TR quando os juros básicos ao ano estiverem em 8,5% ou abaixo disso

'Mudança na remuneração da poupança é mínima'

Governo anunciaria ainda ontem que aplicação seria remunerada pela TR mais 70% da Selic, quando a taxa baixar de 8,5%

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados