VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Economia
29/08/2012

'Já passou da hora de ser vendida'

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Para Renato Pianowski, economista e asssessor da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), os custos dos serviços da Sercomtel são mais altos por ''motivos óbvios'' que caracterizam uma empresa pública. ''Há muita gente pendurada na Sercomtel, enquanto as outras concorrentes são enxutas. Diretorias, conselhos, tudo isso são despesas'', afirma.
PUBLICIDADE

Se as despesas são grandes, a dificuldade para fazer crescer a receita também é, segundo o economista. ''No Dia dos Pais, enquanto as concorrentes investiram pesado em propaganda, a Sercomtel não fez nada'', ressalta. A telefônica municipal está sem contrato com agência de publicidade.
De acordo com Pianowski, já passou da hora de a Sercomtel ser vendida. ''O prefeito Nedson (Micheleti) estava coberto de razões'', diz ele sobre a proposta de privatização da Sercomtel Celular feita durante a administração do ex-prefeito. Em 2001, Micheleti realizou um plebiscito propondo a venda da telefônica, mas a população se manifestou contrária.
Já o contador Othon de Andrade Filho, sócio da BrCont, é otimista quanto à situação da Sercomtel. ''Acho que é possível virar o jogo. Basta, para isso, uma boa gestão. Tem de reduzir despesas operacionais e custos de serviços'', afirma ele, que também é supervisor de Estatística e Inteligência Contábil do Instituto Brasileiro de Planejamentto Tributário (IBPT).
''É preciso identificar os demais pontos críticos da empresa e ver o que o concorrente está fazendo para ser mais eficiente'', aconselha Andrade Filho, que também é um dos responsáveis pelo desenvolvimento do Balancos.com.
Ele ressalta que, comparado com a concorrência, a Sercomtel tem baixos índices de reclamação. ''O prefeito deveria fazer um apelo popular. A Sercomtel oferece o melhor serviço e não tem porque o londrinense não preferi-la.'' Andrade Filho acredita que é possível colocar a empresa no azul. E não só isso. Segundo ele, o Município - como sócio majoritário - poderia inclusive retirar lucros da Sercomtel para investir em outras áreas. (N.B.)
NOTÍCIAS RELACIONADAS
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Sul precisa de R$ 15 bi para resolver gargalos logísticos

Projeto Sul Competitivo, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), elencou 51 obras prioritárias para os três estados da Região

CELSO MING

Desde 2008, os grandes bancos centrais têm imprimido moeda, para além da fronteira do que seria considerada ação responsável

Trigo de qualidade pode ser a saída para o produtor

Embrapa Soja lança variedade do cereal apta para a indústria de panificação

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados