VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Economia
08/10/2014

Bancos tiveram movimento intenso com fim da greve

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Theo Marques
Em alguns locais no centro de Curitiba havia fila para fora das agências

Curitiba - O movimento de clientes nos bancos foi intenso ontem no primeiro dia de retorno ao trabalho dos bancários após a greve que durou uma semana. Em alguns locais no centro de Curitiba havia fila para fora das agências. A espera nos bancos por atendimento chegava a até 1 hora. Houve até quem esperasse meia hora para conseguir utilizar os caixas eletrônicos que também estavam com filas em algumas agências. A previsão do presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, Elias Jordão, é que o movimento se normalize a partir de amanhã.
PUBLICIDADE

Em Londrina, as agências também tiveram bastante movimento, segundo a secretária geral do Sindicato dos Bancários de Londrina, Gisa Bisotto. Ela também prevê que a situação volte ao normal a partir de amanhã.
A aposentada Marlene Carneiro Lobo ficou mais de 40 minutos na fila para poder fazer depósitos e pagamentos de contas. A advogada Francieli Natali Oliveira esperou 50 minutos para retirar um cartão de conta e receber auxílio-doença. ‘’A greve é um transtorno e ainda pegou final e início de mês, quando há mais movimento nas agências com o pagamento de salários’’, disse Francieli.
A agência do Banco Itaú da Rua Dr. Muricy, no Centro de Curitiba, tinha fila de clientes para fora. A agência da Praça Carlos Gomes, também no centro, estava lotada de clientes. O auxiliar administrativo Vinicius Cristovam, ficou uma hora na fila para conseguir compensar um cheque. A agência da Caixa da Travessa Oliveira Belo e a do HSBC do Palácio Avenida também estavam cheias.
A agência do Bradesco da Avenida Marechal Deodoro também estava com movimento acima do normal. A gerente administrativa Ana Virgínia Mormelo, esperou 25 minutos no caixa eletrônico que também estava com filas.
Os bancários conseguiram reajuste de 8,5% nos salários e demais verbas salariais (com aumento real de 2,02%), de 9% nos pisos (2,49% acima da inflação) e de 12,2% no vale-alimentação. O aumento salarial ficou abaixo do pedido inicial dos trabalhadores que era 12,5% (5,4% de aumento real e 7,1% de reposição da inflação). Ontem, os funcionários do Banco do Brasil aprovaram em assembleia a volta ao trabalho a partir de hoje.
Andréa Bertoldi
Reportagem Local
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

FMI reduz a 0,3% previsão de crescimento do Brasil

País deve ter uma das menores taxas de crescimento em 2014 entre os principais emergentes

Estatais chinesas mostram interesse pelo Arco Norte

Empresas estudam pagar por análise de viabilidade econômica para projeto e até investir na construção e administração do complexo em Londrina

Vendas de motocicletas caem 18,8% em setembro

No mês passado, foram comercializadas 116.639 unidades no Brasil, contra 143.570 em 2013 na mesma base de comparação

Emater e Embrapa firmam parceria para divulgar MIP

Assistência técnica ajudará produtores paranaenses a implantar Manejo Integrado de Pragas na safra 2014/15

Semana do empreendedor

Evento reúne grandes nomes do marketing digital em Londrina

Semana do Empreendedor Digital, promovida pela ACIL, é o maior evento da área de Marketing Digital em Londrina

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados