VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Quinta-feira, 20 de Julho de 2017
Cozinha & Sabor
21/04/2017

Caldos em versão fitness

Equilíbrio entre carboidrato e proteína é essencial para degustar diversas receitas sem abrir mão da boa forma

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Fotos: Anderson Coelho
Fotos: Anderson Coelho - Caldo de mandioca com patinho – em primeiro plano – está entre os mais tradicionais, mas há outras receitas que agradam quem não dispensa uma refeição substanciosa
Caldo de mandioca com patinho – em primeiro plano – está entre os mais tradicionais, mas há outras receitas que agradam quem não dispensa uma refeição substanciosa

Pratos tão antigos quanto a descoberta do fogo, as sopas e caldos nunca saem de moda. Basta acontecer uma queda de temperatura para que as receitas saborosas que ajudam a amenizar o frio e a fome voltem a ganhar destaque. Embora sejam considerados saudáveis na maioria das versões os caldinhos podem acabar rendendo alguns quilos a mais. Porém, com alguns cuidados básicos, é possível degustá-los sem culpa.

"Em geral os caldos costumam ser menos calóricos que as refeições, mas é importante se atentar, pois consumir os caldos com outros ingredientes como pães e queijos gordurosos em excesso acaba aumentando o aporte calórico", alerta a nutricionista Camila Marioto, da Nutrestar. Ela aconselha cautela na hora de escolher os acompanhamentos do caldo. "Pão integral e um bom queijo são sempre bem vindos, desde que consumidos com moderação. Cheiro verde também dá um toque especial", orienta.

Outra dica dada pela nutricionista é dosar a quantidade de carboidrato e proteína presente nos ingredientes que darão origem aos caldos. "Por exemplo, na sopa de grão de bico temos um maior aporte de proteínas em relação aos carboidratos (o grão de bico é uma boa fonte de proteínas e em junção ao frango eleva bastante o valor proteico da sopa). Além disso é importante a dosagem correta, cebola, alho, pimenta vermelha e cheiro verde. A falta de temperos deixa a comida sem sabor", ressalta.

Mandioquinha salsa com frango: prato dos mais leves
Mandioquinha salsa com frango: prato dos mais leves


Pensando em atender a um público cada vez mais preocupado com a saúde a boa forma, Camila ajudou a montou um cardápio exclusivo de caldos na linha fitness que passaram a ser preparados no restaurante Caco Mais Saúde. Entre os eles, sabores tradicionais como mandioca com patinho, mandioquinha salsa com frango, frango com batata doce e cabotiá com patinho. "A batata doce tem absorção mais lenta e a mandioca salsa que é mais leve. Também usamos cabotiá e aipim que além de não terem um alto valor calórico são muito saborosos. Cada caldo tem um legume específico, visando realçar o sabor de apenas um legume no caldo", destaca.

Quanto ao modo de processar o alimento, a nutricionista afirma que tanto faz o uso de liquidificador ou processador. "Não existe uma fórmula, depende de cada tipo de alimento. O mais importante é observar a qualidade na procedência dos ingredientes optando sempre por alimentos frescos e de ótima qualidade", salienta.

Na correria do dia a dia, o caldo congelado por ser uma boa alternativa para uma alimentação de preparo rápido. "O descongelamento pode ser feito retirando o caldo do congelador e deixando na geladeira, desde que o caldo seja consumido no mesmo dia, mas o ideal é descongelar direto do congelador para o micro-ondas por um tempo entre 4 e 5 minutos", aconselha.

Caldo de Grão de Bico


Ingredientes

1 cebola média ralada
4 dentes de alho amassados
5 xícaras de chá de água fervente
1 colher de sopa de óleo de canola
400g de peito de frango cortado em cubos
3 tomates maduros picados sem semente
1kg de grão de bico cozido
4 colheres de sopa de cheiro verde
Sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo

Em uma panela aqueça o óleo em fogo médio e doure o alho e a cebola. Acrescente o frango e cozinhe por aproximadamente 12 minutos mexendo sempre. Junte o tomate, coloque a água quente e cozinhe até o frango ficar macio. Adicione o grão de bico, o cheiro verde, sal e pimenta à gosto, cozinhe por aproximadamente 10 minutos e sirva em seguida.

Frango caipira, cócóricó



Divulgação
Divulgação - Frango caipira: receita popular de encher os olhos e a boca
Frango caipira: receita popular de encher os olhos e a boca

Criado solto o franguinho se desenvolvia sem pressa, sem hormônios nem rações. Ciscava e bicava pelo terreiro andando muito atrás de bichinhos e verdurinhas. Crescendo sempre, magrinho e feliz.
Pela manhã o chamado "pipipipipipipi" juntava as aves ao redor da casa para complementar sua alimentação diária com alguns grãos de milho e restos de verduras. Uma verdadeira festa de penas multicoloridas: carijós, rajados, os mais variados tons de marrom e preto fazendo alvoroço nas manhãs da roça.
Desta maneira eles amansavam e já se podia observar quem estava ficando no jeito, ou melhor, com o peito mais cheio e as pernas grossas. Ali eram separados os mais encorpados que estavam começando a desenvolver esporas e belas cristas.
Num minuto um grito estridente e logo a água fervente. Depenado e limpo tudo se aproveita.
Do sangue o molho pardo.
Das vísceras uma bela farofa.
Dos pés, cabeça, asas e pescoço um caldo para fortalecer os convalescentes.
Os demais cortes deste animal maravilhoso de carne mais escura e muito saborosa vão para a panela.
Refogado lentamente com ervas e temperos vai formando um caldo acastanhado de bouquet intenso e muito sabor.
Ai é só comer lambendo os dedos.

Receita



Ingredientes

1 frango caipira cortado nas juntas
20 sementes de urucum
1 cebola picada
2 colheres de sopa de banha de porco
Suco de 1 limão.
2 dentes de alho picados
Pimenta dedo de moça picada
Alecrim, manjericão, salsinha e cebolinha picados
Sal e limão

Modo de preparo

Esfregue o limão por todo o frango
Em uma panela, derreta a banha de porco e a gordura retirada do frango em fogo baixo.
Adicione o alecrim e em seguida doure os pedaços de frango, se necessário faça isso em duas vezes.
Retire o frango e reserve. Adicione as sementes de urucum e refogue até a gordura adquirir uma coloração laranja intensa.
Retire as sementes, refogue o alho, a cebola e a pimenta.
Tempere o frango com sal e retorne à panela.
Adicione água até cobrir e cozinhe lentamente, se precisar adicione mais água até que o frango esteja macio.
Salpique com os cheiros verdes e sirva em seguida.
Marcos Roman
Reportagem Local
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoteriasVídeos
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralEspecialCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteFale ConoscoClube do AssinanteAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados