VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Folha 2

AOS DOMINGOS PELLEGRINI - Tio Tão

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Shutterstock
Shutterstock


Nos visitou Tio Sebastião, também chamado Tantão, efusivo como sempre:
PUBLICIDADE

- Como vou? Melhor impossível! O que não mata fortalece! Que nem o Brasil, de crise em crise cada vez melhor!
Se estranham, ele explica:
- A crise econômica fez a arrecadação da União cair tanto que o governo decidiu encarar a reforma da Previdência, pra não gastar tanto, e a reforma trabalhista, para a economia empregar mais! Não fosse a crise, continuaria empurrando com a barriga como durante décadas!
Se alguém torce o nariz, ele cochicha para todo mundo ouvir:
- É até capaz de acabar a mamata da "contribuição" sindical obrigatória! Em vez de milhares de sindicatos de araque, vamos ter sindicatos de verdade!
Alguém diz que precisamos é de políticos de verdade, ele retruca:
- Mas agora ao menos temos, graças à crise política e enquanto ela durar, um Congresso que funciona! Todos os deputados presentes nas comissões e no plenário, querendo tocar tudo com agilidade, como nunca antes na história deste país!
Mas tudo isso, diz mais alguém, só acontece porque uns poucos juízes resolveram canetear pra valer, e ele concorda entusiasmado:
- Começou com um, agora já são vários tocando os processos em meses em vez de anos! Até o Supremo resolveu se superar, e o Procurador, em vez de engavetar, passou a achar os criminosos contra a República!
Entretanto, lembra outro, os supremos juízes eleitorais resolveram ignorar provas de culpa, e ele rebate:
- Porém para o país é melhor continuar em frente do que labirintar sabe Deus com quem! A Justiça não foi a melhor mas o Brasil se poupa do pior! Reformas em frente!
Ele olha longe:
- Além disso, quantos desempregados estão virando autônomos, quantas empresas se reinventando, quantas inovações antes adiadas agora estão sendo adotadas! Sem falar na grande aula que nossas crianças e jovens estão recebendo! Antes da crise, fazer errado dava certo, agora parece que só vai dar certo quem não faz errado!
E sentencia:
- De crise em crise, é capaz até dos honestos e trabalhadores passarem a participar da política e virarem maioria! Aí entramos no Primeiro Mundo!
Mas, para Tantão, uma coisa tem de melhorar já:
- As gravações da polícia e os gravadores dos delatores! A gente não consegue entender o que falam! E também não aguento mais replay do deputado saltitante com a mala de dinheiro! – e então todos concordam com Tantão!

Notícia da Chácara

Dalva Vidotte
Dalva Vidotte


CONVÍVIO
O convívio é a alma das chácaras, onde, antes de tudo, no ambiente suburbano convivem a cidade que vivemos e o campo de onde todos viemos. Neste cantinho capturado pela foto, convivem arte e natureza: os três quadrinhos na parede e o vaso de begônias.
O vaso é novo e de argila, mas convive decorativamente com antigos objetos de ferro, o moinho de café, de manivela, e a máquina de costura que era tocada a pedal, tão diferentes e semelhantes.
Sobre todos pairam as folhas da begônia, magníficas, como a abençoar o convívio das diferenças, nada se excluindo e tudo se completando.
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

A Rússia na ponta dos pés

O Russian State Ballet se apresenta em Londrina pela primeira vez com um repertório de clássicos

Uma gata na mudança

Se encontrarem uma gatinha de olho amarelo que usa escadas de armar como um mirante, saibam que é minha

A arte essencial de Paulo Menten

Artista que completaria 90 anos neste sábado, deixou um acervo de milhares de obras; exposição no Museu Histórico relembra sua trajetória

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados
HOSPEDADO POR
Hospedado por Mandic