VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Quinta-feira, 25 de Maio de 2017
Cidades
07/07/2009

SEXO E COMPORTAMENTO

O que é jogo patológico

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Nos últimos anos, acompanhamos uma grande polêmica sobre o fechamento ou a permanência das casas de bingo e a legalização dos jogos de azar. O videopôquer, jóquei club e outras casas de apostas estão espalhadas pelas cidades, algumas até clandestinas.

O Jogo Patológico (JP), uma realidade pouco conhecida socialmente, tem sido objeto de estudos. É um transtorno psiquiátrico ao qual se atribuem relevantes traços de personalidade, vinculados a dependências substanciais, principalmente ao álcool e tabaco. Classificado no Código Internacional de Doenças CID-10 como ''Transtornos de Hábitos e Impulsos'' .

Alguns pesquisadores e profissionais da área de Psicologia e Psiquiatria veem o JP como uma dependência comportamental, aproximando-o dos transtornos de humor e ansiosos, reconhecido como uma patologia, apenas há alguns anos.

No Brasil, o jogo é aceito com naturalidade como diversão e lazer, nos bingos beneficentes, no jóquei club, no jogo do bicho, e também como um modo de ''enriquecer rapidamente'' através das loterias. O que não se sabe é que a evolução do jogar não patológico para o jogar patológico ocorre traiçoeira e silenciosamente, porque enquanto não se torna patológico as perdas são quase impercebíveis e as desvantagens quase inexistentes. De contraponto, as vantagens são diversamente associadas ao prazer, lazer, aos ganhos, sociabilidade e à fantasia de enriquecimento, efetivando a adicção, o que causa no jogador uma dependência estabelecida pela falta de controle sobre si e sobre as apostas.

As apostas, muitas vezes iniciam-se na adolescência, mas pode ocorrer em qualquer idade em função de conflitos familiares, desejos de consumo, rejeições e perdas de emprego, por morte, separação de entes queridos ou depressão, emoções positivas e negativas, influências culturais, entre outros fatores que são altamente relevantes à adicção ao jogo.

A partir da instauração do problema com o jogo, inicia-se o contato do indivíduo com as desvantagens, perdas sucessivas, ganhos esporádicos e prejuízos, estabelecendo progressivamente o caos na vida desses sujeitos.

O que antes era gratificante, prazeroso, aliviava tensão, dando sensação de poder e de competência, transforma-se num ciclo de atitudes impulsivas e compulsivas. Sentimentos de culpa, angústia, vergonha, arrependimento, euforia, e então o jogador torna a jogar para tentar reparar os danos e prejuízos, e que na maioria das vezes vão se acumulando.

As implicações pessoais, familiares e sociais do jogar patológico são efetivas, causando ao jogador e àqueles com quem convivem, grandes sofrimentos morais, emocionais, físicos (na crise abstêmica, alguns apresentam sintomas semelhantes aos dependentes químicos), perdas materiais e até mesmo problemas com a justiça, marginalização, ou seja, exclusão familiar e social.

O que caracteriza o jogo patológico é a perda de controle e varia em frequência e intensidade, sobre si e sobre as apostas. Os apostadores que já enfrentam conflitos decorrentes do jogo, devem considerá-los como um alerta. Em geral quando o indivíduo procura ajuda é por ter se tornado um ''jogador compulsivo''.

Anaí Licia Couto - psicóloga e psicanalista (São Paulo)
Continue lendo
19
Continue Lendo
Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoterias
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralReportagemCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteClube do AssinanteFale ConoscoAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados