VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Cidades
17/06/2017
MANHÃ DESTE SÁBADO

Incêndio destrói o ginásio da Alga

As chamas danificaram paredes e telhado; local abrigou a Associação Londrinense de Ginástica Artística, mas estava abandonado há mais de um ano; confira o vídeo e a galeria de fotos

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Ricardo Chicarelli
Ricardo Chicarelli

No ginásio que já abrigou esportistas das mais diversas modalidades, só restou vidros quebrados, paredes queimadas e parte do telhado. Na manhã de sábado, o fogo tomou conta do ginásio Alceu Malucelli, localizado na rua Monte Castelo (Jardim Higienópolis) e destruiu o espaço, antigo ginásio da Alga (Associação Londrinense de Ginástica Artística).
PUBLICIDADE

Confira a galeria de fotos do local destruído pelas chamas:

A ocorrência foi registrada pelo Corpo de Bombeiros às 11h37 e meia hora depois, as chamas já estavam controladas. Foram utilizados cerca de três mil litros de água para conter o fogo. No local, só restou um cheiro forte e pedaços de material inflamável, provavelmente de colchonetes para a prática de ginástica.

Assista ao vídeo abaixo:


Vizinho da edificação, João Vieira da Silva, se assustou com a fumaça e correu para ver o que estava acontecendo. "O fogo estava muito alto, mas os bombeiros já estavam trabalhando. Foi muito rápido", conta ele, ressaltando que o local é frequentado por moradores de rua que aproveitam a estrutura para dormir.

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Fernando Madureira, esteve no ginásio e adiantou que a primeira medida a ser tomada é fazer uma limpeza e interditar o espaço. "Já estamos fazendo um levantamento de termos de cessão de uso de alguns espaços na cidade e esse é um deles", comenta.

De acordo com ele, o local estava sem uso há mais de um ano e era constantemente alvo de vândalos. "O relógio de água e energia, por exemplo, eram constantemente quebrados", cita. Madureira acrescenta que empenhou um projeto no mês passado junto ao Ministério do Esporte, para transformar o espaço em um centro de lutas com cunho social.

"Estimamos que para arrumar toda a estrutura, desde o campo externo até a gestão do local, serão necessários cerca de R$ 5 milhões", calcula. Ainda não se sabe o que pode ter provocado o incêndio e a quantidade e tipos de materiais que estavam no local.

Funcionamento

O ginásio Alceu Malucelli abrigou durante anos, a Alga e foi palco de muitos eventos esportivos. No início do ano passado, por exemplo, sediou um workshop inédito na cidade, para adeptos e profissionais do Parkour, com a participação de praticantes internacionais.

De acordo com a assessoria de imprensa da Unifil, a sede da Alga foi transferida para o Campus Clube da universidade, onde funcionava o antigo clube Canadá. O convênio entre a associação e a Unifil foi estabelecido há um ano e meio. Todos os equipamentos da Alga foram transferidos para a nova sede.

(Colaborou Viviani Costa)
Micaela Orikasa
Reportagem Local
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO
CONSCIENTIZAÇÃO

Violência à pessoa idosa só aumenta

Segundo a OMS, o número de vítimas pode chegar a 320 milhões em 2050; em Londrina, ações buscam conscientizar a população e apontar os caminhos para denúncias

PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados