VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Cadernos Especiais
17/06/2008

Campeões de audiência

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Theo Marques
Tânia Mara Gross: leitura do tarô cigano ao vivo
Marcos Borges
Lauda, do Quarta Dimensão, é um dos mais antigos do canal

Como a audiência da CWB TV não é medida pelo Ibope, cada apresentador tem sua própria maneira de avaliar o retorno do público. ''Sou muito abordado em bancos e restaurantes'', diz o astrólogo Jaime Lauda, veteraníssimo do canal.

Seu programa, o Quarta Dimensão, está no ar há sete anos. É gravado ao vivo todas as quartas, às 21 horas, e reprisado diversas vezes ao longo da semana. O que faz de Lauda um dos rostos mais presentes na televisão local. ''É um dos nossos campeões de audiência'', diverte-se Rafael Cury.
De fala mansa, o astrólogo atende telefonemas de pessoas em busca de aconselhamento. Mas não considera o Quarta Dimensão um programa astrológico ou espiritualista. ''É mais sobre auto-ajuda e equilíbrio interno'', explica.
Lauda, que nunca contou com qualquer tipo de patrocínio, agora tem o apoio cultural de um restaurante e de uma clínica odontológica. E está criando uma ONG para poder participar das assembléias da CWB TV. ''Quero desenvolver idéias e projetos novos'', afirma o apresentador, que recebe cerca de 40 e-mails por semana de telespectadores.
Na mesma linha esotérica, tão em voga no canal, quem literalmente dá as cartas é a terapeuta de vidas passadas Tânia Mara Gross. Ela também presta consultoria ao vivo, seja por meio de mensagens positivas, da leitura do tarô cigano ou mesmo de sua mediunidade. ''Já assistiu ao filme Ghost? O que visualizo é mais ou menos aquilo'', garante a apresentadora do Equilíbrio.
Terapeuta holística há 35 anos, Tânia conta que ''fugiu da mídia'' durante muito tempo. Até que, em 1999, fez previsões para o novo milênio a pedido do Domingão do Faustão. ''Dos 11 médiuns que participaram do quadro, tive o maior índice de acertos'', orgulha-se. Daí para a aparição em outros programas foi um pulo.
O convite para trabalhar na CWB TV surgiu do vereador-apresentador Jorge Bernardi, durante um congresso de ufologia. E lá se vão três anos no ar. ''A tevê melhorou muito. Antes, mal dava para se mexer dentro do estúdio'', lembra Tânia, que para breve promete estrear um cenário ''de dar inveja à Rede Globo''. (O.G.)
CONTINUE LENDO

Canal Babel

Diversidade radical é o combustível da TV Comunitária, há 10 anos no ar

LIGEIRAS

Dos sem-namorados

CENA

LEVITANDO NO ESTÁDIO

Interagindo

A Câmara dos Deputados aprovou a recriação da CPMF, com o nome de CSS. O que você acha disso?

Entre o Brasil e o Japão

Nos festejos dos 100 anos da chegada do Kasato Maru ao Brasil, 480 imigrantes com idades entre 70 e 101 anos são homenageados

Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados